Últimas
Você está aqui: Capa | Notícias | Futebol | Mesmo com propostas, Berna prefere ficar no Flu em busca de recordes

Mesmo com propostas, Berna prefere ficar no Flu em busca de recordes

Mesmo com propostas, Berna prefere ficar no Flu em busca de recordes

Foram poucas as chances de atuar, em 2012, com a camisa do Fluminense devido ao alto desempenho do goleiro Diego Cavalieri. Mas o goleiro Ricardo Berna garante que apesar das propostas, prefere continuar no Tricolor, ainda que com a forte concorrência.

- Pelo tempo que estou no clube, ainda não completei 100 jogos e tenho essa meta. Desde que cheguei sempre fui muito feliz, nunca tive vontade de sair, tive propostas, pensei em dar um futuro mais promissor na minha carreira, em sair sim, não vou negar isso e as circunstâncias continuam acontecendo, mas sempre fui feliz aqui dentro – Disse o goleiro em entrevista à rádio Brasil.

O momento de maior destaque de Berna com a camisa Tricolor foi na reta final da campanha vitoriosa do Campeonato Brasileiro de 2010. O goleiro diz que o carinho pelo Fluminense fez com que ele permanecesse no elenco.

- Os títulos conquistados me motivaram a me dedicar a este clube, que sempre tive afinidade desde criança. Nunca escondi de ninguém, mesmo sendo profissional. Acabei vindo por opção, tinha outras propostas e, mesmo para compor elenco, quis vir para cá. Me deparei com as realidade do clube, vi muitas mudanças para melhor e fico muito feliz de ter participado de todo este processo de evolução que, hoje, vem sendo coroado com os títulos que conquistamos. – Explicou.

Berna disputou apenas oito partidas na última temporada e em 2013 deve começar o ano atuando, já que o técnico Abel Braga poupará o time principal no Campeonato Estadual para dar mais tempo de preparação.

- Sei do meu potencial, não estou há tanto tempo aqui por acaso, sei que tenho a confiança de todos e que o Diego respeita meu trabalho. Se ele está tão bem hoje, é porque sabe que se eu der espaço vou entrar e dar meu melhor pra me manter. A concorrência é dura na posição, temos que conviver lealdade, mas competitivamente. Aprendi a ser competitivo quando cheguei em clube grande. – Encerrou.

Sobre Rodrigo Barros

Rodrigo Barros
Profissional de Marketing Digital, SEO e Mídias Sociais, gosta de poesia, música e filmes, é pai da Heloísa e claro, torcedor do Fluminense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


4 − 4 =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Scroll To Top