Últimas
Você está aqui: Capa | Notícias | Futebol | Peter Siemsen: “A incitação ao ódio e à violência é inaceitável”

Peter Siemsen: “A incitação ao ódio e à violência é inaceitável”

Peter Siemsen: “A incitação ao ódio e à violência é inaceitável”

O Presidente Peter Siemsen se manifestou contra o clima que vem sendo por parte da imprensa esportiva e dirigentes, comissão técnica e jogadores do Atlético-MG. O dirigente afirmou que não há nada que justifique a teoria de que o Fluminense vem sendo beneficiado e que isso cria um clima de ódio desnecessário no futebol Brasileiro.

- Estão criando um mito. O Fluminense tem de se posicionar contra essa criação da imprensa, dirigentes e as vezes até jogadores. Isso leva a um estado de pressão muito grande com árbitros, atletas e torcida. Tivemos um jogão domingo, o Atlético venceu merecidamente, mas o clima era de ódio, de raiva e tudo isso injustamente. Temos nos mantidos tranquilos, trabalhando desde o começo do ano com planejamento, investimento e sempre pensando no futuro. Não há razão alguma para a CBF ou qualquer emissora de TV como também foi falado querer ajudar o Fluminense. O que podemos dar a essas instituições? – resumiu.

Peter lembrou que a pressão não fará o Fluminense perder o foco de ser campeão Brasileiro e lembrou aos jornalistas que o que estão fazendo pode incitar a violência nos estádios onde há crianças e famílias assistindo aos jogos.

- Falo agora para as pessoas que são ícones do esporte em suas áreas: sejam cuidadosos. O torcedor quer levar a família ao estádio e os clubes querem dar felicidade a todos. Cada um interpreta os juízes a sua maneira e devem se posicionar adequadamente. A incitação ao ódio e à violência é inaceitável. Assim como também a pressão para ganhar o campeonato no grito em cima dos árbitros. Não concordamos e não agimos dessa maneira. Continuamos como sempre fizemos. Em 2009 tínhamos apenas 1% de chance de permanecermos na Série A, não apelamos para artimanha alguma e conseguimos nos recuperar. Agora já estamos pensando no Coritiba. A torcida está animada e os números de venda de ingressos que recebi são impressionantes. O estádio vai estar lotado, os jogadores estão empolgados, o grupo está unido e queremos mais uma vitória. Pensamos jogo a jogo. Essa é a posição do Flu. Não aceitamos a pressão e repudiamos a incitação à agressividade e ao ódio. Isso não está dentro do espírito do esporte – finalizou Peter.

Sobre Rodrigo Barros

Rodrigo Barros
Profissional de Marketing Digital, SEO e Mídias Sociais, gosta de poesia, música e filmes, é pai da Heloísa e claro, torcedor do Fluminense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


− 4 = 4

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Scroll To Top