Últimas
Você está aqui: Capa | Notícias | Futebol | Ainda em busca do recorde, Flu empata com o Sport na Ilha do Retiro

Ainda em busca do recorde, Flu empata com o Sport na Ilha do Retiro

Com nova grande atuação de Cavalieri, o tricolor conseguiu segurar o ímpeto do Leão dentro de sua casa, ainda lutando contra o rebaixamento. Fred marcou seu vigésimo gol no campeonato, e praticamente garantiu a artilharia isolada do campeonato. Agora resta a busca pelo recorde de pontos do São Paulo em 2006, campeão com 78 pontos, um a mais do que o time de Abel Braga somou até agora.

A partida foi emocionante do início ao fim, talvez a mais tensa da 37ª rodada do campeonato. O clima de apreensão foi criado pela possibilidade de o Sport sair da zona de rebaixamento em caso de vitória, e ao mesmo tempo decretar seu rebaixamento antecipado à segunda divisão em caso de derrota. O Fluminense veio com muitos desfalques, mas com o que tinha de melhor, e ao contrário do que muitos esperavam, não fez corpo mole, e esteve em alguns momentos bem perto da vitória.

Na base da raça e da vontade, o time pernambucano ensaiou uma pressão à meta de Cavalieri, mas sem muita organização ou precisão. Por outro lado, os comandados de Abelão, já tranquilos e com o título conquistado com muita antecipação, foram aos poucos tomando o controle das ações dentro de campo, e dominando a equipe rubro-negra, sem fazer muito esforço.

Depois de duas tentativas, uma com Wallace e outra Com Fred, de cabeça, foi em cobrança de escanteio aos 27 minutos, que o camisa nove abriu o placar após a bola sobrar limpa e se oferecer ao pé direito do artilheiro do campeonato marcar seu vigésimo gol e dar um empurrãozinho pro Sport rumo à série B. Fred ainda teve dois impedimentos mal marcados, que poderiam ter garantido a vitória do time carioca.

O desespero do Sport aumentava à medida que o tempo passava. Assim que chegou a notícia do gol da Portuguesa no Beira-Rio, o técnico Sergio Guedes colocou Rithely no lugar de Renato, o que aumentou o volume ofensivo do time da casa, mas só deu resultado em um contra-ataque aos 48 minutos, com Felipe Azevedo, que igualou o marcador após bela arrancada e finalização no canto direito do melhor goleiro do campeonato.

O segundo tempo se desenrolou à imagem e semelhança do fim da primeira etapa: Muita vontade e correria do lado pernambucano, e tranquilidade do lado tetracampeão. Apesar do clima que envolvia a partida, o árbitro André Luiz Freitas Castro marcou poucas faltas, o que deu mais velocidade ao jogo. Saulo, goleiro do Sport, teve trabalho em uma cabeçada à queima roupa de Rafael Sóbis, mas foi Cavalieri que brilhou e mostrou novamente porque é considerado o melhor goleiro do Brasil atualmente.

O arqueiro tricolor executou três defesas dificílimas, e ainda contou com a ajuda de Elivélton e Valencia, que salvaram em cima da linha dois gols certos do Sport. Da metade pro final do jogo, o time pernambucano era só pressão, mas o Fluminense levava perigo nos contra-ataques, mas com muitos erros no último passe. A duras penas, o empate construído no primeiro tempo se manteve até o fim, e os dois times seguem em busca de seu objetivos, em direções totalmente opostas: um pelo recorde de pontos, o outro ainda com chances de fugir do rebaixamento, dependendo de outros resultados.

Ficha Técnica

SPORT 1 X 1 FLUMINENSE

Estádio: Ilha do Retiro, Recife (PE)

Data/hora: 25/11/2012 – 17h (de Brasília)

Árbitro: André Luiz Freitas Castro (GO)

Auxiliares: Carlos Berkenbrock (SC) e Guilherme Dias Camilo (MG)

Renda/público: R$ 387.720,00 / 32.937 pagantes

Cartões amarelos: Wallace (FLU), Carlinhos (FLU); Reinaldo (SPT)

GOLS: Fred 27′/1ºT (0-1), Felipe Azevedo 48′/1ºT (1-1)

SPORT: Saulo, Renato (Rithelly 33′/1ºT), Ailson, Diego Ivo e Reinaldo; Moacir, Tobi, Gilsinho e Hugo (Willians 7′/2ºT); Gilberto (Henrique, intervalo) e Felipe Azevedo. Técnico: Sergio Guedes.

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Wallace, Digão, Leandro Euzébio e Carlinhos; Edinho, Valencia, Jean e Thiago Neves (Marcos Junior 34′/2ºT); Rafael Sobis (Samuel 36′/2ºT) e Fred. Técnico: Abel Braga.

Sobre Renan Castro

Renan Castro
Jornalista, carioca, gosto de música, praia, futebol e outros clichês. Na minha vida, as únicas certezas absolutas são a morte e o amor ao Fluminense

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


− 3 = 2

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Scroll To Top