Últimas
Você está aqui: Capa | Notícias | Futebol | Luxemburgo: “Só não estamos na zona agora porque os outros perderam”

Luxemburgo: “Só não estamos na zona agora porque os outros perderam”

luxemburgo-fluminense-vitoria

Em coletiva de imprensa após mais uma derrota, o técnico Vanderlei Luxemburgo foi o mais sincero possível, o time só não está na zona de rebaixamento porque outros clubes foram derrotados. Para o treinador faltou competência ao Tricolor para vencer.

- É tentar explicar o inexplicável. Qualquer coisa que eu falar agora é lugar comum. O Vitória mereceu o resultado. Não temos que reclamar de ninguém, de arbitragem, nem nada. Eles acharam três gols, viraram o jogo em três minutos. Faltou competência ao Fluminense para alcançar o resultado com um homem a mais em campo. Estamos chateados, e o torcedor também. Ele tem toda a razão. Tem que ter cobrança mesmo – Resumiu o treinador.

Luxemburgo deixou claro ainda que só não está na zona do rebaixamento no momento porque o Vasco foi derrotado e prevê sofrimento nas últimas sete rodadas do Campeonato Brasileiro.

- A rodada até foi boa para nós. Alguém me perguntou antes do jogo, e eu respondi: “Desde que façamos nossa parte, podemos abrir seis pontos de alguns adversários”. Mas só não estamos na zona agora porque os outros perderam. Temos que falar a verdade. O Flu atuou mal. Mérito do adversário. O que podemos dizer para o torcedor é que vamos continuar trabalhando forte e sofrer muito até o fim. A cobrança do torcedor tem que existir. Faz parte do futebol – Explicou.

Confira outros trechos da entrevista de Luxemburgo (Compilação do Globo Esporte):

SUPERIORIDADE NUMÉRICA

“O futebol é assim. Não é a primeira vez que um time joga com dez e ganha. Temos que continuar trabalhando. A cobrança existe e faz parte. Já falei para os jogadores e para a imprensa: o Abel saiu após cinco resultados negativos, e eu posso sair pelo mesmo motivo. Está faltando alguma coisa, e temos que buscar isso para pontuar. Tem que ter cobrança da diretoria, da imprensa, dos torcedores… O futebol brasileiro é dessa forma. Não tem nenhum jogador fazendo corpo mole. O momento é ruim, mas temos que continuar trabalhando.”

COBRANÇA

“A cobrança existe. Se o torcedor do Fluminense disser hoje que está satisfeito, algo está equivocado. Eles não estão satisfeitos. Nós, menos ainda. Temos que estar preparados para a cobrança. Estamos conversando muito com os jogadores. Hoje jogamos com um a mais. Era um jogo decisivo, importante, mas faltou o algo a mais. Isso tem que ser cobrado. Faltou competência.”

ATUAÇÃO

“Eles fizeram duas linhas de quatro e ficaram só com um na frente. Nós insistimos pelo meio e não deu certo. Tínhamos três atacantes e ficamos tentando furar a barreira. Quando fomos pelo lado do campo, achamos os gols. Não é desculpa, porque o futebol é para homem. Mas terminamos o jogo com cinco jovens. Isso em uma decisão pesa muito. É só prestar atenção em como estava o comportamento do Rafinha antes da virada e depois dela. O emocional pesou. O jogador jovem fica tentando decidir o jogo a todo custo. Mas a responsabilidade não é deles.”

JOVENS NO TIME

“Tudo que está acontecendo com esses meninos vai servir para eles amadurecem mais rápido. Se o Fluminense tiver paciência de continuar com eles, vai dar resultado. Estamos perto da zona do rebaixamento, e a cobrança existe. Mas não quero ficar falando disso, parece desculpa. É claro que o Fred faz muita falta. O outro time sabe que se uma bola sobrar na área tem quem colocar ela para dentro. O Carlinhos também faz falta. É assim que funciona no futebol. São jogadores que preocupam o adversário. Mas não adianta ficar lamentando agora. Me perguntaram antes do jogo porque não comecei com o Marcos Junior e três atacantes. Parecia que o Marcos Junior era a solução. Não pode ser assim. Ele é muito jovem para isso.”

FRED NO FLA-FLU?

“Não, nenhuma chance.”

FLAMENGO

“Vai ser duro, difícil. Não está nada fácil. Não posso mentir para o torcedor. Só estamos fora da zona do rebaixamento hoje porque os adversários foram incompetentes. Essa é a realidade. Tivemos sete jogos e não somamos os pontos necessários. A vitória neste domingo era fundamental para colocar dois jogos de distância para os adversários. No último clássico contra o Flamengo, eles vinham de uma situação desconfortável e venceram. Pode ser ao nosso favor agora. As cobranças fazem parte do nosso trabalho e temos que estar preparados para elas.”

Sobre Rodrigo Barros

Rodrigo Barros
Profissional de Marketing Digital, SEO e Mídias Sociais, gosta de poesia, música e filmes, é pai da Heloísa e claro, torcedor do Fluminense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


+ 9 = 13

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Scroll To Top