Últimas notícias
Você está aqui: Capa » Notícias » Basquete » Márcio Andrade: “Vamos conseguir a nossa vaga no NBB com a faca no pescoço”

Márcio Andrade: “Vamos conseguir a nossa vaga no NBB com a faca no pescoço”

marcio-andrade-tecnico-basquete-fluminense

O Fluminense precisa vencer o Tijuca, nesta sexta-feira, às 18h, no Ginásio do Tijuca Tênis Clube, com entrada franca para torcedores trajando a camisa do time. Uma vitória do Fluminense por um a cinco pontos de diferença contra o Tijuca, nesta sexta-feira, classifica o time Tricolor e o Tijuca. Se o Flu vencer por seis ou mais, avança ao lado do Macaé.

Segundo o técnico Tricolor, Márcio Andrade, a derrota para o Macaé não vai interferir no ímpeto do Fluminense para a conquista da vaga e a ansiedade para chegar ao NBB atrapalhou o rendimento da equipe.

- O Macaé tirou o nosso time da faixa de segurança, colocaram o jogo na velocidade que queriam jogar e nós aceitamos isso no primeiro tempo. No segundo tempo conseguimos reverter isso, mas a ansiedade nos dominou em diversos momentos e aí não pudemos jogar com a inteligência necessária para aproveitar os desequilíbrios na defesa do Macaé. Mérito do Macaé, demérito nosso. Perdemos o rebote defensivo na partida toda e a segunda bola do Macaé predominou, como foi no lance final. – Explicou, lembrando da cesta no último segundo que deu a vitória ao Macaé.

Márcio não acredita que o resultado adverso nesta quinta abalará a torcida, e convida a todos os torcedores para comparecerem ao Tijuca para apoiar os “Guerreiros das Quadras”.

- A torcida vai abraçar o time, que é determinado. Os torcedores abraçaram o time e foram até o fim com ele. O time em nenhum momento baixou a guarda, lutou até o fim e isso sempre aproxima a torcida. – Disse.

O treinador não espera jogo fácil e assim como foi até aqui, a vaga terá que ser conquistada com muita raça.

- É outro jogo, o Tijuca tem uma maneira diferente de jogar, outra característica. São jogadores profissionais, nem todo dia vamos ganhar. Viremos com tudo para reverter isso amanhã. Passamos a competição inteira com a faca no pescoço, em nenhum momento pudemos dar uma respirada, e agora não será diferente. Vamos conseguir a nossa vaga com a faca no pescoço. – Afirmou em entrevista ao Globo Esporte.

Fluminense rende recorde de audiência do ano à Rede Globo, no Rio de Janeiro

Sobre Rodrigo Barros

Rodrigo Barros
Profissional de Marketing Digital, SEO e Mídias Sociais, gosta de poesia, música e filmes, é pai da Heloísa e claro, torcedor do Fluminense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


três − 2 =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Scroll To Top