Você está aqui: Capa | Opinião | O Fluminense não precisa escolher, pode e deve lutar pra ganhar tudo

O Fluminense não precisa escolher, pode e deve lutar pra ganhar tudo

fluminense-campeao-estadual-2012

Assim como vem acontecendo nos últimos anos, a diretoria condicionou a conquista, ou disputa da Libertadores da América ao elenco jogar apenas as partidas mais importantes do Campeonato Estadual.  A torcida comprou a ideia e aprimorou o conceito, parece condicionar uma conquista internacional ao fracasso em âmbito Estadual.

Não tenho dúvidas que o Fluminense peca por manter em seu elenco, como peças prioritárias, jogadores que quando mais se espera deles, não rendem, não estão em campo, ou estão contundidos. Vamos esquecer por hora o Campeonato Estadual, quantas vezes podemos contar de fato com o Deco? Façam às contas, desde que chegou ao Fluminense em 2010, quantas vezes o apoiador esteve em campo e quanto tempo esteve encostado no Departamento Médico?

O principal jogador do elenco, o atacante Fred, também não é dos mais frequentes nos gramados. É bem verdade que a média melhorou, mas está longe de ser o jogador que podemos contar nos momentos decisivos. Esse ano, tivemos uma série de lesões que nada tiveram a ver com a quantidade de jogos da equipe ou relação com qualquer campeonato.

O apoiador Thiago Neves já chegou machucado na pré-temporada, depois veio o caso de doping e depois nova contusão, dessa vez durante o treino. Gum se machucou na pré-temporada, também em treinamento. Tivemos ainda o Marcos Junior com estiramento e o Wellington Silva com uma fratura no tornozelo, além de outros jogadores que se contundiram também em situações de preparação e treinamentos.

Vamos evitar treinar os jogadores porque eles se contundem sempre?

O Fluminense não vem jogando bem, e pior do que não jogar bem, joga o básico, como se acostumou a fazer no ano passado, joga somente quando precisa (e às vezes nem isso), ficamos sempre com a impressão de que o time acredita que pode marcar gols e vencer quando quiser, como se não fosse preciso vencer sempre, ou ao menos, tentar se superar.

O investimento na equipe é grande, a experiência do elenco também e, até a atual gestão já tem experiência em competições nacionais e internacionais. Já está na hora de pensar grande, em querer ganhar tudo, sem a necessidade de ficar escolhendo em qual partida o time joga, ou deveria jogar.

Não sei bem em que momento a nossa torcida decidiu que sermos Campeões Estaduais não vale mais a pena, ou tem menos importância (parece que decidiu também não ir mais aos jogos). Eu continuo sonhando com títulos, continuo sonhando em retomar a hegemonia que perdemos para o Flamengo com atuações pífias por mais de dez anos.

O Fluminense tem o melhor elenco do Rio de Janeiro, um dos melhores do País, se não o melhor (afinal é o Campeão Brasileiro), e sem a menor dúvida uma das melhores equipes da América do Sul. Temos que parar de escolher jogos para atuar. Parar de dormir em campo. Precisamos vestir a camisa do Tricolor das Laranjeiras e vencer tudo o que pode e esse Fluminense, meus amigo, pode e deve lutar para ganhar tudo.

Fluminense rende recorde de audiência do ano à Rede Globo, no Rio de Janeiro

Sobre Rodrigo Barros

Rodrigo Barros
Profissional de Marketing Digital, SEO e Mídias Sociais, gosta de poesia, música e filmes, é pai da Heloísa e claro, torcedor do Fluminense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


8 − = quatro

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Scroll To Top